Birras: como driblá-las?

Chega a fase das birras e você pensa: e agora, o que fazer? Os choros, escândalos, se jogar no chão em público, ou em casa, são situações que tiram qualquer um do sério. A solução pode ser mais simples do que você imagina e está em ações corretivas com pulso firme e autoridade – na medida certa – que vão além de gritos, puxões de orelha e palmadinhas.

Táticas que funcionam

As táticas são diversas e podem trazer resultados importantes para fortalecer ainda mais a relação pai e filho, auxiliando para uma rotina tranquila, com obediência e saudável em casa.

A primeira e mais importante é manter a calma. Se seu filho te tira do sério, nada irá adiantar se você também estiver nervoso e sem paciência. Isso te ajudará a manter o controle da situação. Manter a criança calma também pode ajudar a driblar a birra e não deixar o nervosismo tomar conta.

Outra tática que pode funcionar bem é conversar com a criança antes de sair de casa. Diga para ela que vocês vão sair, onde vão e o comportamento que ela terá que manter. Quando necessário, lembre do conversado e acordado. Com a rotina, a criança entenderá mais facilmente.

Algumas condições físicas da criança também podem acarretar em birras em público, como o sono, a fome, a dor e o cansaço excessivo. Evite sair com a criança nessas condições. Marque compromissos em horários em que a criança está disposta.

birra-640x426
  • facebook
  • Twitter
  • Google+

Dicas Preciosas

Conheça mais algumas dicas e ações que podem te ajudar a enfrentar essa fase, que passa, de forma tranquila, sem irritações ou frustrações.

Dê o exemplo. Em todas as situações da vida, os pais são exemplos para o filho. Bater portas e gritar em momentos de estresse só irão mostrar para o filho como reagir nas situações;

É importante seu filho entender que frustrações sempre acontecerão, fazem parte da vida e que ele tem que esperar você terminar alguma tarefa para brincar com ele, por exemplo. Isso irá criar mais paciência, tolerância e respeito a longo prazo;

Não ceder aos apelos da criança, por culpa ou falta de paciência é importante. Quando você cede, a criança aprende a maneira que tem que fazer para conseguir o que quer, tornando-se autoritária. Mantenha a palavra;

Não dê atenção à birra. Quanto mais atenção ela tiver, pior será o comportamento da criança;

Antes de começar ou durante a birra, mude o foco. Não meça forças e distraia a criança antes mesmo que o perigo se aproxime ou quando a situação já está instalada. Essa ação pode trazer a atenção para outra situação, aliviando a tensão e os choros;

Conversar durante a raiva nem sempre é a melhor situação. Espere a criança se acalmar para ter um diálogo e explicar para ela sua atitude e o que não foi agradável ou correto;

Sempre quando a criança se comportar bem, valorize e qualifique. Reforçar o bom comportamento ajuda a prevenir que as coisas aconteçam novamente.

1 Comments

  1. Excelente matéria… todos os pais deveriam ler e refletir para aprender a lidar com as birras dos seus filhos.

Leave Your Reply