Momento do Desfralde: Chegou a hora certa? Como fazer? Quando começar? Quais as melhores dicas para tirar a fralda do meu filho?

Sei que você já passou por diversas mudanças e fases desde o nascimento do seu bebê e que, outras dúvidas, transformações, adaptações e angústias ainda virão pela frente mas, frequentemente os pais me contam suas ansiedades e o grande desafio que é o momento do desfralde. Penso que, apesar de ser mais um marco no desenvolvimento, o ato de sair das fralda senvolve a maturidade de aspectos fisiológicos, emocionais e cognitivos. Aflige diversos pais por sentirem receio de não terem sucesso no processo, que leve mais tempo que esperam ou que não saibam como lidar com desafios inerentes a ele. Muitas vezes, não é um processo fácil e tão tranquilo pois, depende das características de cada criança (geralmente, na idade entre 2 e 3 anos as crianças já testam e enfrentam os pais), ritmo do aprendizado, de desenvolvimento e autonomia. Cuidado ao comparar seu filho ao amigo que começou mais rapidamente a usar o banheiro, o melhor a fazer é buscar orientação do especialista no desenvolvimento infantil.

Durante o processo, podem ocorrer avanços, conquistas e recaídas, mas qual processo importante do nosso desenvolvimento é simples e linear? Para um bom resultado, a base precisa estar preparada e sólida, né? Não é a toa que chamamos a fase do desfralde de treino do banheiro.

Durante este período de treinamento, a criança precisa de constância,rotina, auxílio, suporte e, posteriormente, de supervisão até que tenha autonomia para seguir sozinha. O desfralde é um treino, assim como andar e sentar, que requer paciência e persistência. Se a criança não leva apenas um dia para andar, sentar ou correr, porque o desfralde envolve tamanha ansiedade? Portanto, tente relaxar e cuidar das suas expectativas pois, será um marco e um processo como os outros que você já auxiliou na conquista.

Segundo a American Academy of Pediatrics, os pais devem se atentar a alguns sinais para dar início ao processo de desfralde, mas não devem esquecer de que cada criança tem uma forma e o seu momento de demonstrá-los. Saiba reconhecer alguns sinais para o desfralde:

  • A fralda fica seca em intervalos de pelo menos 2 horas durante o dia ou está seca quando acorda da soneca;
  • Os movimentos intestinais mostram-se regulares e previsíveis;
  • As expressões faciais, posturas ou palavras mostram que a criança está a ponto de urinar ou defecar;
  • A criança já é capaz de seguir instruções simples;
  • Seu filho já consegue entrar e sair do banheiro de forma autônoma econsegue se despir sozinho ou com pouca ajuda;
  • A criança parece desconfortável quando percebe as fraldas sujas e quer trocá-las;
  • Seu filho pede para usar o vaso sanitário ou algo com a mesma função;
  • A criança pede para usar roupas intimas parecidas com as dos adultos.

Seu filho não precisa apresentar todos esses sinais de prontidão mas, mostrar alguns deles é essencial para um desfralde efetivo.

Foto: Google Images
  • facebook
  • Twitter
  • Google+

Agora, algumas dicas para o desfralde do seu filho baseadas na maioria das dúvidas que recebo:

  •  Incentive a criança a perceber os sinais e ir ao banheiro;
  • Sinais dados, inicie o desfralde diurno em um período tranquilo da vida da criança (evite épocas de grandes mudanças);
  • Crianças aprendem por imitação, converse, conte que um dia eles utilizarão o vaso sanitário como você, que é normal para todo mundo e que alivia, sai o que não precisamos mais para o nosso corpo, mostre a descarga, o papel higiênico e explique que será muito legal quando eles fizerem como os pais, leve-os junto quando for ao banheiro;
  • Peça para ela te avisar se precisar de ajuda (mesmo você estando por perto e atento);
  • Peça ajuda do seu filho e escolha o equipamento mais adequado:Penico, redutor de assento sanitário, banquinho… E deixe a porta do banheiro e tampa do penico (ou vaso) sempre abertas – O mais indicado é o vaso (com ou sem redutor), para que não haja depois outra mudança. Para tornar o processo mais divertido, o equipamento pode ter a personagem favorita do seu filho.
  • Se você optar pelo penico, ajude seu filho na adaptação, mostrando que é dele, deixe-o sentar lá de roupa mesmo, brincando, sem forçar e de forma divertida. Vale até sentar um boneco no penico fingindo que está fazendo xixi;
  • Elogie quando usar o vaso sanitário ou penico (a criança se sentirá valorizada pelo seu resultado e ou conquista);
  • Tente passar tranquilidade e agir com naturalidade pois, a criança precisa relaxar os músculos esfíncteres para a eliminação fecal;
  • Se a criança se mostrar angustiada por não conseguir, conte que você praticou bastante na idade dela para chegar lá;
  • Livros sobre desfralde podem ajudar às crianças que se interessam por histórias;
  • Se perder a paciência, respire! Faça respiração diafragmática e vá em frente;
  • Pense que o processo depende de diversos fatores e que você não controla todos então, foque no resultado, sem regra de tempo, apenas persista e cuide das suas expectativas;
  • Pense que você é orientadora do seu filho no processo;
  • Coloque o “ir ao banheiro” na rotina de vocês dois, por exemplo: se almoçaram e beberam algo, após o almoço vão escovar os dentes e ir ao banheiro. Leve-o ao banheiro com frequência, até conseguirem identificar antes de fazerem;
  • Se seu filho mostrar os sinais de prontidão e tem entre 2 e 3 anos, não pare e recomece várias vezes o processo. Pode ser resistência da idade e em relação à mudança e não imaturidade para o desfralde;
  • Elogie quando a criança conseguir urinar ou defecar somente, para que ela entenda o que é esperando, mas não desvalorize seu esforço ou humilhe (sermões não costumam ajudar);
  • Divida as responsabilidades com a criança, seja a parceira dela no processo e não faça por ela;
  • De atenção para seu filho em outros momentos, para que a hora de ir ao banheiro não se transforme no momento em que tem sua atenção só para ele;
  • Caso haja resistência da parte da criança, dê opções relacionadas ao treino do banheiro, por exemplo: você quer que eu vá no banheiro antes ou você vai? Quer ver as figuras do livro sozinho enquanto tenta fazer ou quer que eu leia a história enquanto você faz seu xixi/cocô?
  • Use incentivos ou recompensas caso ele consiga atingir o objetivo de vocês, mas se atente antes ao funcionamento do seu filho e se esse tipo de estratégia pode beneficiar o processo.Muitas fases do desenvolvimento infantil nos trazem preocupações e são verdadeiros desafios, mas os pais aprendem junto com seus filhos. Acredite e vá em frente!

Fonte: http://www.maetipoeu.com.br/dicas/desfralde-chegou-hora-certa-como-fazer/

 

Leave Your Reply